• (11) 3079-6048
  • (11) 3079-6319
  • (11) 99565-9595

Ginástica Laboral - Orientações Gerais

A prática de Exercícios Físicos no âmbito da Empresa por seus Empregados é uma questão em princípio relacionada à proporção de saúde e está entendida, não apenas como prevenção de doenças, mas como estado completo de bem estar Físico, Mental e Social.

O desenvolvimento da Atividade Física na Empresa durante as horas de trabalho envolve dois tipos básicos de atividade:

Ginástica precedendo a ida para os postos de trabalho;

Ginástica de pausa ou Ginástica Laboral Compensatória.

A ginástica precedendo a ida para os postos de trabalho objetiva, promover a melhoria da saúde e do bem estar do trabalhador. Por outro lado, de acordo com as exigências do tipo de trabalho, essa ginástica faz parte do conjunto de medidas preventivas contra os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Já a ginástica de pausa ou Ginástica Laboral Compensatória, preconiza que a organização do trabalho envolve em muitos casos tarefas repetitivas, segmentárias realizadas em cadências aceleradas.

Devido a monotonia, o sedentarismo, a ausência de alternância de movimentos e a predominância de solicitações unilaterais são algumas das características que marcam esse trabalho. Evidentemente surge daí a necessidade de proporcionar atividades compensatórias. A prática destas atividades, entretanto, não devem ficar restritas ao tempo livre do trabalhador, mas também serem incluídas nas horas de trabalho.

A prática durante a jornada de trabalho tem sido apontada como meio que melhor se adapta àquele compensatório, graças ao seu largo espectro de movimentos analíticos e aos efeitos gerais tonificantes.

Os registros mais antigos revelam esta preocupação antes mesmo que a ginástica de pausa tivesse tornado o método estudado cientificamente.

A ginástica de pausa tem como objetivo fundamental o aprimoramento da saúde do trabalhador, inclusive compensar os efeitos negativos da organização do trabalho (fadiga geral e ou localizada; atmosfera social comprometida; sedentarismo, etc.).

Contribuir para a preparação e adaptação dos postos de trabalho (melhorando a coordenação geral e específica; aprimorando a percepção cinestésica e colaborando para a instalação de uma atitude e de um método de trabalho higiênico), despertando o interesse por um estilo de vida sadio e ativo fora da jornada de trabalho, exercendo assim um efeito benéfico sobre a saúde, sobre o absenteísmo e sobre o nível de incidência de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Por isso é importante proporcionar aos seus Funcionários uma vida mais saudável e agradável no âmbito do trabalho.

Benefícios:

Para a Empresa:
- Redução do índice de absenteísmo;
- Maior proteção legal;
- Aumento dos lucros;
- Diminuição dos acidentes de trabalho, com prevenção de doenças profissionais;
- Reflexão na capacidade de produção / produtividade;
- Integração dos trabalhadores;
- Baixo custo de implantação de um Programa;
- Funcionamento da ação como política de RH;
- Acompanhamento do Médico da Empresa ou RH;
- Reduzir acidentes de trabalho e ou afastamento do trabalhador da empresa.

Para o Trabalhador:
- Fisiológicos:
- Prevenir a D.O.R.T. / L.E.R.;
- Prevenir lesões;
- Diminuir tensões generalizadas e relaxar;
- Amenizar fadiga muscular e emocional;
- Prevenir o stress;
- Melhorar a postura;
- Melhorar a condição do estado de saúde geral.

Psicológicos:
- Reforçar a auto estima;
- Aumento da capacidade de concentração no ambiente de trabalho;
- Conquista do momento destinado a ele;
- Valorização do Funcionário (Homem / Profissional).

Sociais: - Melhorar o relacionamento interpessoal;
- Melhorar a comunicação interna;
- Participação ativa nas palestras, debates e dinâmica de grupo.

Características: - A ginástica na empresa é uma atividade física que tem particularidades adaptadas as condições pertinentes ao meio ambiente de trabalho;
- A atividade deverá ser executada de 2 (duas) a 5 (cinco) vezes por semana, uma vez ao dia, no horário pré estabelecido : manhã , tarde ou noite;
- As séries deverão ser dirigidas por professores ou monitores no local de trabalho;
- A duração da aula deverá oscilar entre 8 (oito) e 12 (doze) minutos;
- Os movimentos poderão ser executados em pé, sentado ou deitado não necessitando de roupas especificas nem local pré destinado;
- Pode-se utilizar como recurso materiais como: bolinhas, bambolês, bastões, balões de ar, cordas, cadeiras, música, entre outros.

Desenvolvimento da Atividade:
- Aquecimento articular e alongamentos;
- Exercícios que desenvolvam força, flexibilidade, coordenação e resistência;
- Exercícios respiratórios;
- Relaxamento;
- Deslocamento quando o espaço permitir;
- Dinâmicas de grupos;
- Massagem;
- Brincadeiras que envolvam o reflexo.
- Processo de Avaliação.

Estratégia: - Deverá ser continua e ocorrerá considerando a visão.
- Da Empresa: que fornecerá subsídios mediante a oferta de dados estatísticos acerca da diminuição , das ausências por Licença Médica, da procura dos Serviços do Departamento Médico com queixas de doenças relacionadas a atividades profissionais, do Índice de Absenteísmo, bem como da Influência no Relacionamento Interpessoal.
- Do Trabalhador: que fornecerá informações sobre o nível de satisfação individual e coletiva, sugerindo reformulações quando necessárias.
- Deverão ser observados os pontos bloqueadores e facilitadores durante o desenvolvimento da ação, sendo registrada toda a alteração de comportamento individual ou coletivo e também a forma de condução da série de acordo com a periodicidade estipulada no projeto, analisando o material estatísticos e pesquisando o nível de aceitação dos demais praticantes entre outros.
- Recursos.

Poderão ser utilizados:
- Questionários;
- Entrevistas informais;
- Fotos;
- Gravações em vídeo.

Processo de Manutenção:
- Acompanhamento da atividade no setor em que foi implantada a ginástica;
- Alterações necessárias quanto a forma de conduta da Ginástica Laboral entre os participantes;
- Introduzir séries novas;
- Análise e estudo comparativo dos dados estatísticos;
- Desenvolvimento de ações de impacto para reforço da proposta da ginástica na Empresa;
- Conclusão.

Tanto no mundo capitalista quanto no mundo socialista o problema da produtividade é obtido muitas vezes em detrimento da saúde do trabalhador. Assim, o que está em jogo não é somente a produtividade, mas sim a saúde e o bem estar do trabalhador.

Por isso, é inadequado apontar o aumento da produtividade como uns dos objetivos da Ginástica Laboral Compensatória. Melhores condições físicas e psicológicas, aliadas a um clima agradável de trabalho, poderão apresentar como conseqüência o aumento da produtividade, compensando o tempo de interrupção devido às pausas. Entretanto isto é apenas um fenômeno complementar e não um objetivo primordial a ser atingido.

Voltar

Solicite um Orçamento