• (11) 3079-6048
  • (11) 3079-6319
  • (11) 99565-9595

Exame de detecção de HIV / AIDS

1. POLUIÇÃO, ESTRESSE E ATÉ ALIMENTAÇÃO PODEM ESTAR POR TRÁS DA QUEDA NA PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS DA TIREÓIDE. O HIPOTIREOIDISMO TEM MAIOR INCIDÊNCIA SOBRE O SEXO FEMININO: PARA CADA DETECTADO EM HOMENS, SETE MULHERES APRESENTAM A DOENÇA O HIPOTIREOIDISMO É T3 E T4 ALIADA AO AUMENTO DE RSH (HORMÔNIO ESTIMULADOR DA TIREÓIDE) SÃO INDICATIVOS DA DOENÇA.
O HIPOTIREOIDISMO É TRATADO COM UM COMPRIMIDO DIÁRIO PELA MANHÁ, EM JEJUM,. É NECESSÁRIO VISITAR O MÉDICO DE UMA A TRÊS VEZES POR ANO, PARA CONFERIR A DOSAGEM DE HORMÔNIOS.

2. PEQUENA, MAS FUNDAMENTAL
- TIREÓIDE
- GLÂNDULA QUE ATUA EM TODO O ORGANISMO: ENTRE OUTRAS COISAS, RESPONSÁVEL PELO CONTROLE DO METABOLISMO, POR BATIMENTOS CARDIACOS, ATIVIDADE CEREBRAL , TÔNUS MUSCULAR E TEMPERATURA CORPORAL.

PRODUZ DOIS HORMÔNIOS:
T 3 ( TRIIODOTIRONINA), MAIS ATIVO.
T 4 ( TIROXINA), UMA ESPÊCIE DE ESTOQUE RESEVA.

- HIPO: VEM DO GREGO E QUER DIZER ESCASSEZ.
- HIPER:- MESMA ORIGEM, INDICA EXCESSO.

- HIPOTIREOIDISMO É UMA DOENÇA CRÔNICA, CAUSADA PELA QUEDA NA PRODUÇÃO DOS HORMÔNIOS DA TIREÓIDE. É COMO SE O ORGANISMO FUNCIONASSE COM O FREIO-DE-MÃO PUXADO.

CAUSAS:
- A PRINCIPAL (95%) É A TIREOIDITE DE HASHIMOTO. UMA DOENÇA AUTO-IMUNE EM QUE A TIREOIDE PASSA A SER VISTA COMO INIMIGA. O CORPO PRODUZ ANTICORPOS DO TIPO ANTITIREÓIDE QUE COMBATEM A GLÂNDULA QUE INFLAMA. A PRODUÇÃO HORMONIAL CAI, FAZENDO A TIREOIDITE EVOLUIR PARA O HIPOTIREOIDISMO.

OUTRAS CAUSAS (5%):
- LESÃO NA HIPÓFISE / TUMOR NO HIPOTÁLAMO / REMÉDIOS A BASE DE LITIO E AMIODARONA RETIRADA DA TIREÓIDE POR CAUSA DE TUMOR MALIGNO.

SINTOMAS:
- ABATIMENTO DEPRESSÃO, FADIGA, PERDA DE MEMÓRIA, RACIOCINIO LENTO, SONO, FRIO, CONSTIPAÇÃO, AUSÊNCIA OU MENSTRUAÇÃO IRREGULAR, PERDA DE APETITE, GANHO DE PESO (ATÉ 5 KG), AUMENTO DO COLESTEROL, UNHAS E CABELOS FRACOS, INCHAÇO. PODE TAMBÉM SER ASSINTOMÁTICO: QUEM TEM CASOS NA FAMILIA DEVE FAZER O EXAME MESMO SEM TER SINTOMAS.

FATORES PROVOCADORES:
- HERANÇA GENÉTICA, ESTRESSE ( MAS SÓ SE HOUVER PREDISPOSIÇÃO), VÍRUS, EXCESSO DE IODO NA ALIMENTAÇÃO ( PRESENTE NO SAL, EM ALGAS MARINHAS E PEIXES DE ÁGUA SALGADA), PRODUTOS QUÍMICOS ( AINDA EM ESTUDO).

CASOS ESPECÍFICOS:
- GESTANTES.
O SISTEMA NERVOSO DO FETO PODE NÃO SE DESENVOLVER DE FORMA ADEQUADA, DEIXANDO SEQUELAS E HÁ AINDA O RISCO DE ABORTO.

BEBÊS:
FAÇA O TESTE DO PEZINHO: O HIPOTIREOIDISMO CONGÊNITO PRECISA SER TRATADO DESDE AS PRIMEIRAS SEMANAS OU PODE PROVOCAR DEFICIÊNCIA MENTAL, BAIXA ESTRUTURA E INCHAÇO CRÔNICO.

CRIANÇAS:
A DOENÇA COMPROMETE CRESCIMENTO E APRENDIZADO E PROVOCA PUBERDADE PRECOCE.

PARA ENTENDER A DIFERENÇA:
HIPERTIREOÍDISMO É O CONTRÁRIO: É COMO SE A TIREÓIDE ACELERASSE MAIS QUE O NECESSÁRIO.

CAUSAS. A PRINCIPAL (ACIMA DE 70% DOS CASOS):
É A DOENÇA DE GRAVES, CAUSADA POR ANTICORPOS QUE AUMENTAM A PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS. NESTE CASA, HÁ TAMBÉM O FATOR GENÉTICO OUTRA, MAIS RARA, É A DOENÇA DE PLUMMER, EM QUE O AUMENTO É PROVOCADO POR UM TUMOR BENIGNO, MAIS COMUM EM MULHERES ACIMA DE 60 ANOS.

SINTOMAS:
- PERDA DE PESO MAGRO (MÚSCULO), AUMENTO DE APETITE E DO NÚMERO DE EVACUAÇÕES, SUDORESE EXCESSIVA, MÃOS ÚMIDAS E QUENTES, QUEDA DE CABELO, TAQUICARDIA, AGITAÇÃO PSICOMOTORA, IRRITABILIDADE, INSTABILIDADE DE HUMOR (RI E CHORA FÁCIL), SENSAÇÃO FREQUENTE DE CALOR, TREMOR, AUMENTO DO CICLO MENSTRUAL, DIMINUIÇÃO DA FERTILIDADE, GLOBO OCULAR SALIENTE E RETRAÇÃO DAS PÁLPEBRAS, DEIXADO O OLHO ARREGALADO.
- INCIDÊNCIA.
5 CASOS DE MULHERES, PARA CADA 1 HOMEM (ADULTOS ACIMA DE 30 ANOS).

SE NÃO FOR TRATADO. HIPERTIREOIDISMO GRAVE ( CHAMADO TEMPESTADE TIREOTÓXICA ) PODE LEVAR A ARRITIMIA CARDIACA, HIPERTERMIA E AO COMA.

Voltar

Solicite um Orçamento