• (11) 3079-6048
  • (11) 3079-6319
  • (11) 99565-9595

Sarampo

SARAMPO É UMA DOENÇA EXTREMAMENTE CONTAGIOSA, TRANSMITIDA POR PARTÍCULAS TRANSPORTADAS PELO AR E SEMPRE SINTOMÁTICA. É GERALMENTE OBSERVADA EM CRIANÇAS MENORES DE 06 ANOS DE IDADE, DEIXANDO UM ALTO GRAU DE IMUNIDADE. NA EUROPA É ERRONEAMENTE CONSIDERADA BENIGNA, PORÉM NOS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO O SARAMPO É AINDA CONSIDERADO UM GRANDE RISCO PARA A SAÚDE PÚBLICA.

O SARAMPO PODE SE TORNAR UMA DOENÇA GRAVE E ÀS VEZES FATAL QUANDO COMPLICADA COM INFECÇÃO BACTERIANA E / OU QUANDO OCORRE EM INDIVÍDUOS DE NÍVEL ECONÔMICO MAIS BAIXO (CONDIÇÕES DE IMUNIDADE / DEFESAS MAIS BAIXAS).

COMPLICAÇÕES: RESPIRATÓRIAS (37%), DIARRÉIA (30%), PNEUMONIA (11%), INFECÇÕES DE OUVIDO (7%), CONVULSÕES (2%), E COMA (1%). A ENCEFALITE (NEUROLÓGICA) É FATAL EM 10% E DEIXA SEQUELAS EM 20% DOS CASOS. OS PRINCIPAIS SINTOMAS E SINAIS SÃO FEBRE ALTA, EXANTEMA MORBILIFORME (PONTOS E MANCHAS AVERMELHADAS PEQUENAS, DE FORMAS DIVERSAS), QUE SE ESPALHA DA CABEÇA, PESCOÇO E SE EXTENDE AO TRONCO, OLHOS MUITO AVERMELHADOS,

CANSAÇO E INAPETÊNCIA, COM PERÍODO DE INCUBAÇÃO VARIÁVEL DE SETE A QUATORZE DIAS.

CAUSA: VÍRUS (PARAMIXOVÍRUS) E É ESPECÍFICA DO HOMEM ASSIM COMO É A RUBÉOLA E A CAXUMBA.

VACINAÇÃO: UM ESTUDO EXAMINOU O IMPACTO DA VACINAÇÃO, QUANDO MAIS DE 16.000 CRIANÇAS FORAM SEGUIDAS POR MAIS DE 3 ANOS E OS RESULTADOS INDICARAM REDUÇÃO DA MORTALIDADE EM 46% NAS CRIANÇAS VACINADAS EM RELAÇÃO ÀS NÃO VACINADAS. PORTANTO, A EXTENÇÃO DA COBERTURA VACINAL E UMA VIGILÂNCIA DA DOENÇA, SÃO OS DOIS ELEMENTOS CHAVES PARA COMBATER O SARAMPO E PERMITEM A REDUÇÃO DE 95 % DO NÚMERO DE ÓBITOS E DE 90 % DO NÚMERO DE CASOS DE SARAMPO RELATADOS ANTES DA INTRODUÇÃO DA VACINAÇÃO.

AÇÕES: FRENTE A UMA EPIDEMIA ( QUE É O QUE OCORREU EM SÃO PAULO, NO FINAL DO ANO DE 1.998 ), O CASO DE SARAMPO DIAGNOSTICADO E CONFIRMADO PELO MÉDICO DO CONVENIO ASSISTENCIAL DA EMPRESA OU DA MEDICINE, LOGO EM SEGUIDA É NOTIFICADO AO * CENTRO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA * PARA QUE SE FAÇA A VACINAÇÃO NO LOCAL DE TRABALHO E NA RESIDÊNCIA, DAS PESSOAS QUE TIVERAM CONTATO DIRETO COM A(S) PESSOA(S) DOENTE(S) ATRAVÉS DE BEIJOS, ABRAÇOS, CONTATO MANUAL LONGO, TOSSE E ESPIRROS EM AMBIENTE FECHADO E POUCO VENTILADO

Voltar

Solicite um Orçamento